O inteligente mais estúpido

O mais perigoso ignorante é aquele que ignora a sua ignorância. Creio que é Mário Soares quem costuma contar a história, passada na Lisboa salazarista, de um amigo seu que ao ver passar pelo Chiado o filósofo e autor António Sérgio, exclamou: “olha, ali vai o parvinho mais inteligente que eu conheço!”. Vem a isto […]

Ler mais