A minha crónica de hoje no Público: A resposta que o Charlie deu ao ataque de foi alvo é, em si, um tratado de filosofia moral, e de religião também. Mas, como todas as coisas que atingem este nível de desconforto, profundidade e risco, não há muitas palavras a acrescentar. Por isso vai hoje uma crónica curtinha, para poder acomodar a ilustração em causa e dizer o quanto a admiro.

Para ler a crónica completa click em Está tudo perdoado

Leave a comment