Minha crónica de hoje no Público: “Isto seria apenas divertido se as mesmas ideias e muitas das mesmas pessoas não se preparassem ainda assim para voltar a fazer estragos. Podem lamentar o que se passou nos últimos anos, verberar a irresponsabilidade dos banqueiros ou a pusilanimidade dos políticos, mas não se vê retirarem-se consequências.”

Para ler a crónica completa, click Trancas à porta?

Leave a comment