Em tempos é que uma representação da Comissão Europeia se permite chantagear o Tribunal Constitucional português é preciso reagir rápido e com espírito de união. Foi assim que a minha colega Edite Estrela e eu enviámos há pouco esta pergunta escrita à Comissão exigindo justificações para esta bizarra atitude, em desrespeito pelos próprios da União. Obrigado à Edite pela pronta resposta e cooperação. Em futuras reações a este caso que deve preocupar todos os cidadãos portugueses e europeus que defendam o estado de direito abriremos certamente a todos os outros deputados portugueses no PE.

4 thoughts to “Ingerência da CE nos assuntos nacionais de um Estado-membro

  • mm

    É profundamente triste e chocante a oposição descarada do q se diz na lapela e no papel (qual papel?), no tocante à actuação e ‘ideologia’ q grassa por esta Europa fora (q até se permite leis antidemocráticas nos seus países-membros e 1 partido neonazi no parlamento grego…!!!???)!!!
    Esta Europa (q é + do q ‘ela’)não tem estatura nem coluna vertebral, para os seus(1) e para os outros(2).

    (1)- Parece, irremediavelmente(!), tomada, na prática e teoricamente (ai o pensamento autónomo, científico e livre europeu…!, q até foi o 1º ‘continente cultural’ a questionar criticamente ‘deus’, as ‘estruturas religiosas’ e ‘a palavra sagrada’, assumindo, de uma vez por todas e em última análise, os espaços invioláveis no coração e na consciência de CADA in-divíduo…!!!), é tomada, dizia, pelos demónios(?) ou apenas rivalidades e presunções (rasteiras) discriminatórias e preconceituosas, classitas e ‘eugénicas’, na respeitável, altiva e psicopata indiferença com q a Europa se mostra e revela para com a dignidade de cada povo, a desestruturação trágica de países ‘modernos’ e europeus(!) q a compõem e para o sofrimento de milhões de pessoas e famílias, …suficiente para fazer a guerra…q é o q está em curso!

    Do fundo dela própria, só as vergonhosas vergonhas vergonhosamente no nosso século todas à mostra, mt longe dos valores e ideais que, por prosápia, ainda, a espaços, apregoa.

    (2) A Europa tem de pensar mt bem o q é e o q quer ser!
    Tem de repensar, além da relação com ela própria(1), tb com os outros e com quem recebe no seu espaço.
    Devia haver um debate EUROPEU (e nacional, pour cause) em torno de princípios, valores e acções, INALIENÁVEIS, duramente conquistados com sangue e convicção ao longo da nossa história e pensamento.
    Exemplo:
    Não ser permitido, por ser crime e constituir causa de expulsão do territótio nacional(-ais), a prática, dentro ou fora do espaço europeu, de, pr ex:
    — a excisão do clitóris
    — crimes de honra
    e a
    — obrigatoriedade de todas as crianças irem à escola (seja qual for a cultura e tradição dos q vêm,q n serão aceites como argumentação ou ‘sujeitos a discussão).

    Entre outros, isto deveria ser o sinal e o desejo de uma verdadeira interculturalidade e uma real, adulta, crítica e dignificante comunicação entre os povos.

  • Jose Sa

    A pergunta é: teve resposta?
    Ou é daquelas coisas que pessoas e instituições fazem sem precisarem de se preocuparem com consequencias?

  • Nima

    Posted on Hi, i think that i saw you visited my weoblg thus i came to “return the favor”.I’m attempting to find things to enhance my website!I suppose its ok to use a few of your ideas!!

Leave a comment