Nasrin Sotoudeh é uma advogada iraniana conhecida pela defesa dos prisioneiros políticos no seu país – até ela própria ter se tornado numa prisioneira política. Jafar Panahi é um cineasta iraniano, premiado em Cannes, que foi condenado a prisão domiciliária e proibido de filmar.  A ambos o Parlamento Europeu decidiu atribuir o Prémio Sakharov numa escolha  que reconhece e valoriza a luta de toda a sociedade civil iraniana. Enquanto um dos coordenadores do parlamento para este prémio, apoiei e participei ativamente neste processo de escolha. O  Prémio Sakharov 2012 foi concedido por unanimidade e pela primeira vez foi atribuído a personalidades do Irão.

One thought to “Prémio Sakharov 2012”

  • curioso pela primeira vez a pérsia de Mossadegh ter levado um prémio

    será o assalto aos burgueses aos supermercados da teocracia o 1º passo para a 25 de Abrilada via verde ou via drone?

    a libertação da ditadura paquistanesa trouxe à democracia dos pastuns de nata um revoar de presidentes de conselho novos

    as democracias ao menos renovam as brigadas do reumático e trazem reforços às divisões xéxés

    e podemos votar no xéxé de quem menos desgostamos

    é uma desgustação por arma popular

    bai lá ber se os bandidos armados dos mujahedine do povo ganham um saca o rover…
    pois agente sabe

Deixar Comentário