Nós não queremos “voltar a ter” serviço público de televisão — nós queremos é não perder aquele que temos!

Na passada semana um consultor do governo chamado António Borges apareceu com um plano, não para privatizar a RTP, mas (para ser mais preciso) acabar com ela, cortá-la aos pedaços, enterrá-la no fundo do quintal e pagar renda a um capataz para lhe administrar a herança. Passado uns dias, o primeiro-ministro Pedro Passos Coelho ainda não veio esclarecer se isto é só uma brincadeira de mau gosto ou se é para ver se pega. Mas, não temei: António José Seguro, líder do maior partido da oposição, já disse que “quando o PS for governo voltará a existir serviço público de televisão”.

Fantástico.

Tão fantástico que vai ser preciso repetir em câmara lenta. Para mim, que sou um simplório, um primeiro-ministro de um país em crise deveria resguardar-se para estudar muito e conhecer mais, falar com dezenas de pessoas que saibam mais do que ele, tomar decisões difíceis e dar a cara por elas. Pedro Passos Coelho, como sabemos, não é assim. O nosso primeiro-ministro é um homem capaz de inaugurar feiras de queijos e rodar incessantemente pelo país só para poder prestar dezenas de declarações por semana. No entanto, quando se trata de anunciar ou negar mexidas num pilar do pluralismo da comunicação social, memória do nosso último meio século, e prestador de um serviço público consagrado na constituição e nos tratados que assinámos… silêncio.

Vamos agora ao líder do maior partido da oposição, que nos diz que quando chegar a primeiro-ministro nos voltará a dar um serviço público de televisão. Aqui temos de premir o botão que diz “pausa”. To-Zé, mete isto na cabeça: nós não queremos “voltar a ter” serviço público de televisão — nós queremos é não perder aquele que temos! O que esta declaração sugere é que o líder do Partido Socialista está conformado com a hipótese de perder a RTP e que já desistiu de lutar por ela — ainda antes de o governo anunciar oficialmente o que vai fazer com o serviço público de televisão.

É difícil, mas temos de descartar a hipótese de isto acontecer por Pedro Passos Coelho e António José Seguro serem nabos. Eles são, como sabemos, dois dos mais experientes políticos do país, com carreiras começadas como dirigentes de juventudes partidárias desde o tempo em que ambos foram clonados a partir de uma célula única que se chamava Pedro António José Passos Seguro Coelho.

Se eles sabem o que fazem, como explicar a atitude de ambos?

Pedro Passos Coelho encontrou um desempenho para o papel de primeiro-ministro que consiste em falar desalmadamente sobre coisas inconsequentes, para fazer conversa (“as eleições que se lixem”, “não sejam piegas”) e artigos nos jornais. Mas não vê como sua função institucional ser ele a anunciar medidas de governo. Para isso faz uso do ventriloquismo, com António Borges como um daqueles bonecos articulados com que Miguel Relvas é tão parecido.

António José Seguro, por sua vez, não vê como sua função institucional opor-se às medidas do governo. Nada disso: o seu papel enquanto “líder da oposição” no presente consiste em fazer cara de primeiro-ministro no futuro. Uma coisa não costuma dar a outra.

Passos e Seguro, no fundo, não são primeiro-ministro nem líder da oposição. Limitam-se a fazer o papel na televisão — que, se depender deles, vai também ser uma farsa.

9 thoughts to “Aos papéis

  • José Manuel Faria

    Muito bom e com muita ironia, parabéns.

  • A RTPê É A FORÇA DA LUZ E OS Taxistas DA SUPERFÍCIE SÃO OS DESCENDENTES DA BURGUESIA SUSTENTADA PELOS MORLOCKS ErreTêPiannus- Pois é uma história velha

    Mas, não temais que eu te mei, mei li:

    Ant Seguro, líder do maior fornecedor de em pregos da posição, lá disse que: “quando o Passe Sucia all for califa no lugar do actual califa, a luz voltará a existir e as forças das trevas do obscurantismo salazarista cavaquista passos manuelista,voltará a servir o púbico via masturvisão”.
    As forças da Lux poderão então ensaboar-se em grupo, arranjando mais uns lugarzinhos e comendas, diminuindo a tensão nos machos e machonas beta da alcateia e da teia partidária, mantendo os machos Alfa e Ómega no seu seguro recato.

    Fantástico Mike ou Ruy de Tovar ou Ruy de Carvalho ou Ruy Belo, no fundo, no fundo se bem me lembro sana bagana tanto faz.

    Tão fantástico que vai ser preciso repetir em câmara lenta. Um chavão televisivo que persistiu na teatral representação televisivA durante décadas, tem de ser em câmara lenta em fotogramas que não gramas mas comes pois não há mais nada nem há guito para sair do binómio RTP-café Café-RTP quando há num tempo mais evoluído é trabalho-RTP-Wc Wc-RTP-trabalho, num futuro de memórias mais devoluto é Desemprego-RTP-IEFP IEFP-WC-RTP

    De resto em câmara rápida não dá que o povo é lento
    Logo filmes rápidos não são pepulares têm de ter 5 minutos entre cada palavra cagente nã pecebe
    Mas Felizmente temos 55 anos de TELESCOLA
    Que não tenhamos aprendido nada nesse tempo, só prova que somos muito burros, pois nem com uma escola da qualidade da ERRETêPê nos safamos.

    Para agente, que somos simplex, um primeiro-ministro adevia ser assi uma espécie de chefe de um gang e o pessoal do gang adevia dar à malta da favela umas réstias de esperança de tempos a tempos.

    A barraca em crise deveria resguardar-se para não se molhar muito e secar mais, assis a barraca duraria até à próxima geração fazer uma barraca só dela e abarracar-se com os quitutes que restarem enquanto o tu fan e os outros não fan’s lhe passam por cima.

    Agora um primeiro que delega responsabilidades em dezenas de outros mais pequeninos e tem um quadro de milhentos piolhos púbicos, do melhor que há para ficarem na púbica zona e quiçá melhorá-la com uns cargos de Director Adjunto, Vice-Director, Sub-director
    Pro-Reitor (um cargo que terá a sua contrapartida nas trevas do Anti-reitor ou melhor do Pré-Reitor), ainda ter pachorra para falar e responder a trivialidades e trivial pursuites para lamentares inda ia falar com dezenas de pessoas que saibam mais do que ele,
    num país onde há dez milhões desssas taes pessoas

    ia ser difícil seleccioná-las

    mas podia-se fazer um con curso televisivo

    O Messias Certo

    ou o Messias Mais Fraco

    ou Você Sabe Mais do Que um Nabais de DEZ ANNUS?

    ou A visita do Primeiro-Ministro

    ou A casa do Big-Ministro em que se arrumavam os ministeriáveis

    tomar decisões difíceis, foram tomadas algumas que nunca antes o tinham sido agora dar a cara por elas, é certo e sabido que por muito menos em Felgueiras e noutros lugares quem oferece a face à miséria leva nas trombas

    claro podia-se fazer um World Wrestling só com candidatos a ministre

    ou seja o novo Tarzan Taborda da RTP a chegar a ministro

    Agente acha que o último candidato da RTP a primeiro-ministro

    Caiu-nos mal no estômago vazio

    E dos DOIS cândidos dados que a RTPê nos deu nem sequer sabemos qual deles seria peor

    Mas juramos que nã queremos arrepetir

    Pedro Passos Coelho, como não sabemos, não é assis, fernando
    é simplex complex, nã tem jeitinho para tiradas popularuchas

    Não é Fish nem é Ficse, corega.

    Só Ares é Fixe desvalorize a moeda ou aumente 30% o mínimo antes do ciclo eleitoral mudar

    E as gentes fartas de comer só ares agora com mais 30% de vapores mercuriaes e ais e con ti nu ar de barriga cheia deles até sairem em explosões gasosas em di rectum’s televisivos

    Votam com os pés, votam em PêERREDês desde que Dês mais que prometas ou que prometas mais do que Dês

    O vosso primeiro-ministro é um homem achamos a gente
    se é capaz de inaugurar feiras de queijos e rodar incessantemente pelo país só para poder prestar dezenas de declarações por semana.

    Se ficasse em casa a ver a RTPê a RTPê dizia que ninguém o tinha visto que estaria a arrelvar-se que as relvas carnívoras o tinham devorado
    Quiçá que era um primeiro deitado às ervas

    No entanto, quando se trata de anunciar ou negar mexidas num pilar

    essa instituição falocrática eregida na serra do Pilar para que se saiba que a ERRETêPê esse Pilar que faz e desfaz regimes e elege presidentes no seio do seu con selho televisivo

    é aparentemente o garante do pluralismo da comunicação social,
    garantimos nós que é um pluralismo tão limitadinho como os blogues

    se o Tino de Rans ou o Pequito Rebelo perdem a graça
    ou se tornam incómodos a esses pluralismo sem rosto
    mas com muitas máscaras
    o tal pluralismo que a comanda torna-se uninominalista
    como as listas do mesmo nome que de plural só têm o S
    por vezes até têm dois eSSeSS claro está

    Por isso a má memória do nosso último meio século, que ia ao ultramar filmar os mongolóides de serviço a dizere feliz natali ano novo e boa páscoa adeus até ao meu regresso num caixote ou numa medalhinha

    Tal como Fialhos Gouveias pluralistas iam gozando com a maralha estúpida que gosta de fazer figuras tristes na televisão

    Atão inda faz sexo aos oitenta e oito?

    E dorme aqui no meio da rua purquê?

    E não acha que a RTPê até dá lucro?

    Ora 60 milhões mais 140 milhões de Taxas que voçê gosta de pagarnão é?

    Pois não paga pois faz puxadas de luz, ora isso é mal feito, é contra-cultura

    Olha aí está um bom programa vamos filmar a pedreira dos húngaros e o bairro do mocho para mostrar aos burgueses e consciencializá-los

    Atropelá-los com imagens

    Banalizar a miséria em pics de dois minutos ou quinzena de segundos

    Meter a lídia franco nesse serviço púbico
    a dizer eram cabo-verdeanus porque dizer eram pretos não é televisivo

    e qualquer Ruy do teatro Nazionalle Televisivo sabe que da comunidade cigana ou dos pretos do gueto não é preciso nomeá-los em televisão
    basta mostrá-los

    Deu um tiro por questões passionaes noutro
    E eram o quê?
    Eram ciganos basta ver as mulheres de saias pretas e os homens barbudos e de ar de corrécio

    é pena que não usem chapéu já…era tão kitsch e televisivo in vivo

    e prestador de um serviço público consagrado na cons tituição e nos tratados que assinámos…mesmo agente cassina de cruz ó carlos?

    silêncio….que vae tocar a grande noite do fado

    e amanhã há corrida da RTPê ou futrebol

    ou gordo, ou malato, ou o arcanjo Gabriel

    Qualquer um dos que a RTPê tornou pessoas sabedoras e conhecedoras da realidade televisiva

    o resto é irreal

    é fatal

    nã é televisivo o nativo…

  • Agente canda ós papéis agradecemos aos oráculos futuros e passados do vosso e nosso (paciência) primeiro querem cagente ataque as trincheiras alemãs ou afogamo-nos na papelada e nas taxas televisivas?

    Thứ ba, ngày 28 tháng tám năm 2012NÓS QUE NÃO SOMOS TELEVISIONÁVEIS VOS SAUDAMOS NOSSOS CÉSARES TELEVISIVOS AGENTE VAI ABRIR A COVA E QUINAR FORA DA VOSSA VISÃO PARA NÃO CHATEAR BOSSAS EXCELÊNCIAS OU QUEREM CAGENTE SE CORTE EM TIRAS PÓ TELEJORNAL? AGENTE GOSTA MUITO MUITO DE BOSSEMECÊS PRA APARECER NA TE VÊ AGENTE INTÉ ARRANCA OS OLHOS

    NÓS QUE NÃO SOMOS TELEVISIONÁVEIS VOS SAUDAMOS NOSSOS CÉSARES TELEVISIVOS – QUEREIS QUE NOS ENTERREMOS VIVOS OU NOS CORTEMOS EM BIFES PARA O TELEJORNAL? AGENTE AGRADECE US INPUTOS DE GENTE TÃBOA E SABEDORA
    A RTPê É A FORÇA DA LUZ E OS Taxistas são as trevas

    Forza Forza IThalia desde que haja Bunga-bunga e gaijas com grandes tetas
    agente até esquece os púbicos

    mas se bosssas senhorias puserem púbicos nisse

    como punham aqueles programas progressistas com miudinhos de 12 a despirem-se e a meterem-se na cama

    na RTPê 2ºcanal dez horas e muitos da noite de um dia de fim de semana sexta ou domingo nos idos de 75 ou 76 ou 77…aí prá primavera

    esse filme de avant garde dos 50 anos de memória televisiva

    aparentemente um poema ao amor grego jovem ou isso…

    inda tá no arquivo?

    quem era o barbudo que o fez?

    o serviço púbico agradecia?

    quem eram os putos e a que fazia de mãe (ou era mãe) dum dos putos

    o apartamente sucia all era adonde

    o serviço púbico da RTPê memória podia phodia trazer estes prodígios de serviço púbico da miséria nazionalle de volta

    isse e aquelas reportagens às meninas da estradaa de campolide

    ah que memórias agente tem da trampa televisiva…

    inté vê o espaço 1999 outra vez

    essa coca cola do imperialismo espacial

    Pois senhor Ruy de Tovar ou nã Tu vá..r…se algum dos seus boys da RTPê se lembrar de quem eram esses putos

    se estão vivos ou deram no cavalo

    ou foram exportados para outro sítio menos televisivo

    as vidas que a RTPê tocou

    como aquele Vasco Granja já velhote que não se dava com o puto do vizinho que tinha visto crescer e televisivamente aparecia a falar do puto mal agradecido

    é a nossa cruz carregar tal ErreTêPê ó senhor a má mé mória

  • sporting perdeu em alvalade e atrasou-se na corrida para o título?

    e o joaquim agostinho?
    deu nota positiva à nossa gloriosa nação televisiva?

    adesculpe o senhore doutore lá da Troika das Couves de Brux’elles

    a televisão que nos drenou e imbecilizou para nos aculturar melhóri
    parece segura seguramente uma rádio televisão com muitos eSSSeSS semelhantes

    é admirável que televisão só tenha um…
    os outros SSS’ss seguramente estão seguros nas memórias do futuro

    Que Hajam só ares de radio e radão na tele visão

    e bem hajam as gentes que não andam aos papéis na nação mação…

  • Não cobiçarás a con's ti tuição do próximo, nem alevantarás falsos testemunhos contra teus pais e paios televisivos ou serás processadinho-Evangelho de São Marocas I 20:12

    A RTP É nossa, é nossa a RTP

    Agora mais depressa ao ritmo de angola é nossa…

    Para a Rtpê e em Força

    Putogueses, perdão telespectadores, nesta hora malsã em que as foreças do male, aaatacam eesta noosssa naação maaação, deeveeemos daaare a vidaa para que essa conquista do estado novo sobreviva ao apocalipse que vos irá friiitare
    (para o discurso usare a entoação salazarenta…)

    E o senhor disse a Lázaro Saraiva alevantai-vos e ide, ide defender a erretêpê contra as hostes de diabinhos pretos que a atanazam

    E o senhor olhou para a sua obra e viu que só ares, fazia as conversas na lareira marcelistas parecerem tão boas como as do professore molotov na TeVI

    Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos (Salmo 128milhões,1) ou nas suas veredas e canais radiotelevisivos activos ou en passivos.

  • Não cobiçarás a con's ti tuição do próximo, nem alevantarás falsos testemunhos contra teus pais e paios televisivos ou serás processadinho-Evangelho de São Marocas I 20:12

    E o senhor disse a Noé ou Não é?: e levarás na arca dos tesourinhos deprimentes da RTPê dois de cada espécie António e Sala, Artur e Agostinho, Fialho e Gouveia, Carlos e Cruz e mete mais uns miúdos de frango não vão ter fome pelo caminho

    Memórias Futuras de Adriano: E o senhor disse-me, puxarás da tua constituição para defenderes a muralha da RTPê que ajudaste a construir nas terras dos piolhosos bárbaros

    Pensamentos de Ad driano: Quem violar a con’s ti tuição levará com um grego barbudo em cima? ou ponho-lhes um dácio?
    Isto de fazer justiça romana à grega num é fácil não pensou Adriano

  • Palavra do Senhor: E se os diabinhos pretos ou café-com-leite vos disserem que não cobiçam a alma da RTpê não creias neles pois vivem no pecado da luxúria e da banca suissa

    Palavra do Senhor: São Marcos Milenários do Berço da Civiliza a São

    Ou milenários ou milionários que deus não sabe contar mais que dois

    marcos milenários ou francos suissos ou dólares deus não é esquisito

    e apesar de não fazer contas deus processa todos os dados e até os que não são dados a isso

    depende do humor de deus na arena televisiva

    É tudo aos pares excepto a trindade e mesmo essa deus ainda não adescobriu como fez

    Até ao meu regresso de Timur lang, disse Relvas o 14º mês dos apóstolos da erretipi ou teepe,os lírios do campo não fiarão nem abrirão contas no Baer bank como sempre o fizeram todos os Santos e todos os que expiaram e expiraram na Cruz
    (excepto um (ou mais que deus não conta pelos dedos e por isso não joga aos dados) que abriu conta na Nova Zelândia e a mantém apesar de falido, milagre do senhor radiotelevisivo

    do evangelho engelhado de van gelis ou von je lis quelque chose de mon ami ErreTêPê nos 100 volumes da 1ªcolecção ou nos outras da 2ª que foram distribuídos por uma distribuidora que dava muitos fundos mas afundou-se

    Oremos ao Senhor:

    se nhor

    por que nos dais tanta dor?

    porque não vais ó se nhôr

    profeta professor doutor

    arranjar diabinhos doutra cor?

    Livro do Apocalipse Televisivo 19:57- E antes que os Maias fiquem sem calendário nem calendas, um grande mal espalhar-se-à pelas relvas e só ares será capaz de libertar deimos e fobos que nos montarão como zeus montou a eurropa pá e pá salvará a RTPê das garras de satão, do professor molotov e da cof cof fina

    E o senhor olhou para a gente em ruínas na sua Babel erecta
    e achou por bem meter viagra na babel que estava murcha
    e achou por bem processar a gente em ruínas para fazer tejôlo

  • ó padrinho os lucros este ano foram bué, mas preciso de mais 80 milhões para os piolhos púbicos

    Serviço púbico é:

    A senhora doutora Estrelinha achar que devemos pagar os juros da alemanha ou em alternativa que nos paguem juros sempre que nos emprestarem dinheiro

    Um tal de tal y tal achar que só é possível destruir s RTP destruindo a constituição
    aparentemente os direitos constitucionaes dos indivíduos que andam a sobreviver dos caixotes de lixo são inferiores aos das instituições que não são números, mas sim pessoas

    por falar em pessoas os 1487 da universsidade xxl só recebem de massa salarial 45,7 milhões
    claro que os da RTP são mais uns 40 e tal por cento
    mas ganharem mais 100% do que um instiputo que forma mais do que deforma é assis

    é assis como um guedelhudo encaracolado dizer que as taes de redes sociais assassinam anonimamente (e cobardemente) o carácter de homens de bons costumes

    o pessoal sem massa para ter carácter assassinável também podia receber uns trocos em serviço púbico?

    é que quando morrem numa estrada com 300 euros na mala e umas luvas de borracha o serviço púbico, identifica os 5 defuntos como ladrões de cobre e perigosos cadastrados

    estoicamente o serviço púbico não publica o nome dos 1400 homens de bons costumes vilipendiados sabe-se lá por quem, aparentemente um tal de b-log islâmico e malsão pertencente ao eixo do mal

    viva kadahfi que nos visita

    morra kadahfi que nos oprime

    óprime de bruxelles o serviço púbico parece-me assis um pouco brute

    é como aquele jerónimo que diz que o outro menino foge da luta

    ele nã vai à luta?
    bolas agente quer serviço púbico deles todos à porrada

  • Aquele Malato é cá um serviço púbico, centos de convidados fogo de artifício que faz envergonhar o das festas de Palmela holofotes que rasgam o céu e dançarinos bué da finos

    é pena que não haja barcos pó pessoal aqui do deserto a essas horas
    senão tinhamos a piolheira no serviço púbico da RTPê

    3 horas de praias e prémios que devem ter custado menos do que as duas estatuetas de 750 mil/cada do isaltino

    como diz o vitorino passados uma hora de serviço púbico cantar em inglês com o sotaque que eles têm etc etc

    mas como o hermão é gravado nã deve ter visto o programa anterior

    de resto tirando a velharia do lar duvido que alguém aguente 3 horas daquilo…pronto o Ruy do teatro nazionalle e das novellas da TVI aguentou e a ministra da agricultura também

    mas devem ter uns canapés de graça…ou pouparam nisso pois há crise?

Leave a comment