Agora que, vinte anos depois, a crise do euro se aproxima de uma nova “batalha do franco”, veremos como a história acaba.

Banqueiros centrais em pânico, o contágio a alastrar de país em país, orgulhosos governos vergados pelos especuladores — e toda a gente dependente da Alemanha.

Em Paris encontram-se o presidente francês, François Mitterrand, e o primeiro-ministro britânico, John Major. É setembro de 1992. Ambos os homens se sentem humilhados. A libra esterlina tinha saído depenada de uma curta passagem pelo sistema monetário europeu. Bastaram alguns comentários do banqueiro central alemão para lançar o pânico nos mercados e fazer perder mais de três mil milhões de libras ao governo de Sua Majestade, numa simples quarta-feira. Do outro lado do Atlântico, um único especulador em Nova Iorque ganhou mais de mil milhões nesse dia (o nome: George Soros). A moeda francesa foi atacada logo a seguir, naquilo a que se chamou “a Batalha do Franco”. Mitterrand teve de sujeitar-se a pedir dinheiro emprestado aos alemães.

Do outro lado dos Alpes, o governo italiano teve de suspender a sua participação no mecanismo de paridade cambial europeu. Podendo desvalorizar a lira, reconquistou alguma da sua capacidade competitiva. Para mal dos alemães: quando a Itália desvalorizava a lira, empresas do sul da Alemanha abriam falência.

Nessa tarde em Paris, Mitterrand e Major tiraram conclusões opostas do que se tinha passado. Mitterand insistiu que em face do poder devastador do marco alemão, havia que amarrar a Alemanha a uma moeda europeia. John Major ficou esperto e caiu fora.

Em pano de fundo, evidentemente, a reunificação alemã. Secretamente, toda aquela gente tinha sido contra: Mitterrand, Thatcher, Gorbatchov, até o governo holandês. Em público, exigiram literalmente uma moeda de troca: o euro.

A Alemanha aceitou, contrariada, desfazer-se do seu D-Mark, única razão de orgulho nas últimas dolorosas gerações de história. Mas quando alguém faz uma coisa contrariado, só aceita fazer sob as suas condições. Enquanto os outros achavam que tinham amarrado a Alemanha a uma moeda europeia, o ministro das finanças alemão (nome: Theo Waigel) declarava: “estamos a levar o D-Mark para a Europa”. Foi como dar de presente a alguém um colete de forças e esperar que a pessoa fique contente — afinal, foi o que ela pediu, ou não?

Entretanto, havia outra reunificação em curso — a do D-Mark com o marco da Alemanha de leste. As autoridades comunistas não punham o câmbio entre os dois marcos a mais do que quatro por um D-Mark. Os parceiros europeus esperavam que as duas moedas fossem fundidas talvez a dois por um. Helmut Kohl, sem consultar uns nem outros, decidiu por uma paridade perfeita: cada marco “de leste” valia um marco federal, ponto. Para combater a inflação, o velho trauma germânico, o Bundesbank subia as taxas de juros. Os outros europeus tinham de acompanhar, quer quisessem quer não. Kohl ainda tentou vender o ouro armazenado para tapar um buraco no défice, mas a manobra foi politicamente desajeitada e o Bundesbank impediu-a (o que está nos primórdios da regra que nos impede a nós, Portugal, de hoje vender ouro para pagar dívida).

Países como Portugal, a Irlanda a Grécia ou a Espanha pouco contaram para esta história. Tudo isto foi pura política de grandes poderes, como no século XIX. Agora que, vinte anos depois, a crise do euro se aproxima de uma nova “batalha do franco”, veremos como a história acaba.

21 thoughts to “Retroiluminação

  • A maçada ou a massada de ser Con's Tânsio ou diz-se Tanço?

    bom em 1992 se bem me lembro era o écu…e não o eurro

    2º ou 3º=( política de grandes impérios só vai do XVI ao XXº

    já tamos no XXI…a regra de manutenção de reservas metálicas é boa pois é uma reserva de valor desde há uns 8000 anos mais coisa menos coysa

    já o papyro com valor de assignats é palermice dos khans…e dos chins…moedas de con fiança para con’s

    já o ouro agente usa nos dentes

    o eurro-sestércio podia ter resultado…mas mudar mentalidades do sul em 20 annus

    a nossa tá igual à do estado novo e aos fumos das índias

    é cultural meu…eurro deputé pela graça de deus e de seus anjos louções…
    hoje adescobri o nome de mais um eurrodeputé putogoês
    só me faltam….12+1?

  • as quê mais profundas? abyssum num é grego

    o camarada comissário equivoca-se, a troca do marco da DDR só foi ao par até o montante de 4000…empréstimos nos bancos, balanço de empresas e outros balanceiros foi de 1 marco da RFA por um DDR

    o que foi bóptimo porque um ano e picos antes trocavam-se 1 por 10 e 15da DDR…

    para dinheiro sabe-se lá de onde veio….especulativo…a troca foi de 1 para 3….e o leste só tinha 16 milhões e as pensões convertidas em marcos federais a 1:1 ficaram baratuchas à brava

    logo…é falta de memória né…
    também tinha 12 anos o eurroputo né?
    nã adevia ter 17…mas só via o eurropa tv e os anúncios do compute wang

    a nota de 100 tinha o karl marx…a de 50 Engels
    a de 10 era clara…zetkin e as moedas de 2 mark’s eram de alumínio

    como os marcelinhos e os francos de de gaulle….

    bons tempos meu…infelizmente os regimes repressivos reprimem sexualmente os povos oprimiidos

    acho que mecê se esqueceu que há austríacos e outros na eurropa
    eles tamém faltam às sessões do par lamento como a maralha de cá?

    as notas de 5 eram da revolta camponesa creio…nunca vi uma de 500…

  • as quê mais profundas? abyssum num é grego

    empréstimos nos bancos, balanço de empresas e outros balanceiros não foi de 1 marco da RFA por um da DDR…..acho que foram 1:2

    ou 1:2,5……para 16 milhões de alemães do leste
    havia uma massa monetária em numerário de 100 mil milhões

    quase 6666 marcos por cada alemão de leste…literalmente centos de milhões de notas a imprimir

    digamos 500 milhões de notas em notas de 100 marcos são só 50 mil milhões

    a um custo muy baratinho de 50 pfenings por nota….tipo papel higiénico como as notas de saddam ou as do zimbábuébué…
    dá 250 milhões de marcos só de custos de impressão
    só para as de 100
    e devem ter tido um custo de 5 ou mais marcos por nota…

    imprimir moeda custa….

  • A maçada ou a massada de ser Con's Tânsio ou diz-se Tanço?

    e isso do Soros em Setembro é capaz de ter sido assis

    agente lembra-se mais da desvalorização de 25% dos escudos em Junho….

    subitamente as notas de múltiplos de 249$ que tinham sido trocadas como libras

    valiam 260…ódespois 280….etc…trocar notas de libras aos poucos foi mau negócio

    já trocar notas de 100 e 200 (nã me lembro…José Estaline? Lenine? Álvaro Siza-vieira?)marcos da RDA ou d.unter alles stasi allé allé….foy um bom negotium qué a negus hailé selassié negação do ócio otium ..neg otium entendeu negão…

    óia queu con ti nuooooo né…nós os taxistas …nã somes elitistas
    nã temos maneiras nós a ralé….

  • A maçada ou a massada de ser Con's Tânsio ou diz-se Tanço?

    Os gajos diziam que iam pagar em notas de 200 mas nunca ninguém as viu…já apanhar meia-dúzia de engels e dois karl marx na carteira era uma sorte…

    geralmente eram mais Claras zetkin’s e moedas de alumínio…

    os drachmas vão ser em pau? cá por mi deviámus boltar aos cauris já…

    é uma moeda bonita as gaijas e gaijos…cagente é pluraliste e non entra em xenos fobias gregas …gostam de usar os colares dos dittos cujes
    e sempre fica mais baratuche qu’ell oro
    assaz si nado Torre d’el oro Sevilla…

  • Do Drama Grego ao Dracma vai só a distância de um c...zeughaus... .

    Resumidex: Acho que a batalha não mete Francos desde Pepino o Breve
    Os Francos só mandavam nos manos alimães no tempo do Charles
    Charles Magno que o de Gaulle pensava que eles eram um grande povo…

    Sovinas do caraças mõ….

  • Augusto Küttner de Magalhães

    Carlos Magno não é do ERC e do Relvas e da Jornalista do Público que se lixou?? Não é esse? Atão???

  • em verdade vos digo a Iconomia é mais forte que a Ideoloégia

    Pois a ganância, não parte apenas de um grego chame-se ele Soros ou Onassis.Do outro lado do mar Oceanus, um homem comandou as legiões de Midas das finanças, uns eram pequenos e não se viam, outros grandes e invisíveis, se o seu nomine era grego e ganhou mais de mil milhões de Dracmas de prata ou de ouro nesse dia tanto fax…

    A especulação e os especuladores jogam com os medos de milhões
    Jogam com o medo do Herr Komissar com 30 mil marcos provenientes de favores aos necessitados, tornar-se necessitado ele mesmo de os trocar a 1:1, assis nã é o medo de um homine ou a ganância de um GREgo que escreve missivas em jornais bárbaros que faz desabar um sistema

    A Cibernética é a arte de comandar naves nas águas da crise e o bom cibernauta leva a sua nau a bom oPort Unidade

    Em verdade vos digo olhai para os especuladores como eles crescem; não trabalham nem fiam….

    E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles.

    Olhai para os milhões dos abutres da finança, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; reproduzem-se ano após ano

    e o vosso Estadual SuciA All as alimenta.
    Não tendes vós muito menos valor do que essas aves de mau agouro?

    E qual de vós Eurrodeputados poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura e dois côvados aos bolsos de vosssas calças se não especular também?

    Pois, se Deus assim fuma a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, eurrodeputados de pouca fé?

    Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos se o Eurromaná nos falhar?

    Pois não ides vós comprar dólares e francos suiços, como os alemães do leste homens de fé imensa em Marx e nas suas notas de 100, as trocaram por ícones de fés falsas?

    Porque todas estas coisas os gentios procuram para ter no Bolso.
    De certo vosso Estado Sucia all bem sabe que necessitais de todas estas coisas;

    Mas, buscai primeiro o reino do Eurro, e a sua Eurrojustiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

    Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã ou depois, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.

    Matateus Queu Mato osmeus 666:66-33=1 Pedreiro con azar

  • A maçada ou a massada de ser Con's Tânsio ou diz-se Tanço?

    há que lembrar que o Lawson Boom estava kaputt havia casas à venda e ninguém as comprava, as taxas de juro altas na grã-bretanha
    e as casas iam para a banca aos milhares por semana desde Fevereiro e os trailer parks aumentavam por todo o lado, apesar de cidades como Manchester terem dezenas de milhares de casas vagas, a Eurropeão Ex-change rate Mechano num é ismo que levou à debacle de 92…foi uma medida para trazer a credibilidade do bund-és-banko e actuar como anti-inflação/cionista logo o Soros e muitos outros apenas aproveitaram as fragilidades de um sistema

    que ainda por cima tentou manter a paridade libra/marco
    lançando compras maciças da própria moeda

    mecê carro eurrodeputé é assis um historiador inconómique
    muito lame…ou diz-se lains?
    lamé num é lameth…

  • A maçada ou a massada de ser Con's Tânsio ou diz-se Tanço?

    em 92 alugava-se uma casa em muito sítio da grã-bretanha a um terço do preço de um T3 em Lisboa ou a metade do mesmo custo na Cova da Beira já com projectos de construção abaixo do solo para toupeiras…

    foi um bust muito feeinho o de 92 com a spitting image a por o john major a comer ervilhas dia sim dia não
    humor brit…
    logo se sua elisabeth quiz perder milhões de notas em divisas para manter a libra foi problema dela

    já o short selling de soros e de outros gregos

    foi fácil até porque muitos bretões tal como os gregos e restantes tansos do eurro nestes dias deram uma grande ajuda

    quando se diz que uma moeda vai desvalorizar
    isso quer dizer que há muitos que começam a comprar outras moedas
    para não perderem dinheiro

    uns compram marcos outros markka (uma má aposta em 92 tava em crise pós-sov) a maioria vai pró dólar

    até há pouco iam também para o eurro

    é tudo muito dependente das gentes e dos seus medos y persas…

  • Augusto Küttner de Magalhães

    Que gentes…e cá, são todas boas??????????????????????????????

  • orgulhosos governantes vergados (ajoelhados?) plo especula dores, reformar jámé, imprimir e em força

    Todas as pessoas são iguaes ó austro-húngaro

    É humano con fundirmos os nossos interesses pessoais com os da restante maralha

    A eurropa tal como Putogal e outras colónias gregas precisam de reformas profundas que as ajustem ao século XXI

    Só que ninguém as quer pois vão contra os interesses de todos e mais alguns

    Assis é normal que a alemanha con funda os seus interesses com o bem estar da eurropa

    Do mesmo modo que o PCP ou a ordem dos médicos ou All Berto con fundem os seus interesses com os da restante populaça que protegem e curam

    É nesse interesse superior de provocar uma eutanásia de baixo custo para melhorar a saúde da população em geral que essas organizações e poderes e potentados se movem altruísticamente

    eles ou elas estão a lutar por nós

    de resto como o Soros e outros gregos

    nós é que somos mal agradecidos…..

  • Augusto Küttner de Magalhães

    ISTO É VERDADE, O RESTO É LIRISMO SEU:

    Todas as pessoas NÃO são iguaes

    É humano con fundirmos os nossos interesses pessoais com os da restante maralha

    A eurropa tal como Putogal precisam de reformas profundas que as ajustem ao século XXI

    Só que ninguém as quer pois vão contra os interesses de todos e mais alguns

  • tutti

    não sunt, olhe que não

  • Augusto Küttner de Magalhães

    Não são, pois, não semos??? num é????

  • Augusto Küttner de Magalhães

    Mas hajam alternancias e alternativas…num é???????

  • orgulhosos governantes vergados (ajoelhados?) plo especula dores, reformar jámé, imprimir e em força

    Todos os seres humanos, mesmo os nascidos de blokos

    ou feitos a talhe de foice têm as mesmas premissas biológicas

    territorialidade, gostam de ter o seu espaçozinho

    onde podem tiranizar a bicharia ou os servos lá de casa

    por isso geralmente não gostam que mandem neles

    ou lhes digam o que devem fazer

    Quando Pallas Athena e não a Palas ou Já Phalas Antena

    Παλλάς Αθηνά com dois LL’s ou λ’s lambda’s porque é fina

    dizia a Sou Grego Sou Ares Deus da Guerra

    nã metas mais notas na veia quisso faz-te male

    e Sou Ares Sou Grego dizia olha a gaija a alevantar cabelo

    se calhar pensa que teve uma vida extra ordinária

    se calhar quer que lhe façam a vida em livro

    uma gaija a governar a eurropa que tamém é gaija

    mas já chegamos a lesbos ou quê?

    somos gregos mas tamém nã Samos assis tan gregues

    ( Samos ilha grega lá para o Somos ou prá Madeira tante fax)

    resumindo além de territoriais

    gostamos que quando latimos os outros cães abaixem a cabeça

    ou os cornos no dizer de um ministro quera de Pinho feito

    pois há homes que são de pau feyto

    e nã querem pró tagus nismo

    querem é que os outros nã o tenham

    é humano ou inumano uma cousa assis

    gostamos de futrebol e de andar à molhada

    sendo animaes e DEUSES gregos gregários

    gostamos que os outros con fiem em nós

    claro qu’isto nã implica que nós con fiemos nesses tansos

    se con fiam o problema é deles

    Como diria esse grande deus grego dos Vales e Azevinhos Azedos

    Ou nas palavras imortaes de sou cá de Sintra

    se a formiga poupou e emprestou à cigarra

    e a cigarra não vendeu Lp’s nem CD’s este ano

    Porque os piratas do bambu piratearam as cigarradas todas

    a formiga que se lixe

    Uma gaija formiga a mandar em nós que somos Deuses e Gregos

    nós é que nos juntamos e lhe afinfamos uma geral

    que ela amansa logo e dá cá o bago

    Onde é que já se viu uma gaija impedir um gaijo

    de emborcar um copito de três

    Nã sey se fui escuro na ex-plica à são das pulsões básicas humanas

    ó austro-huno qualqué dúvida disponha…con fie en mim

    queu devolvo-lhe em dobro com 115% de juros

  • A maçada ou a massada de ser Con's Tânsio ou diz-se Tanço?

    Subordinação de dívida faz ganhar que bancos?

    é que isto era como no regime salazarista em que havia credores preferenciais o estado era um deles e os restantes recebiam as raspas

    é se calhar a merckel é salazarista

    os credores pequeninos que se lixem y’eé

    chocapic nã sabe nadar no mar da dívida

    a espanha resgatou tanta gente e ninguém a resgata?

  • A maçada ou a massada de ser Con's Tânsio ou diz-se Tanço?

    O Uganda manda dizer que não é a Espanha

    A somália manda dizer que gostava de ser a Espanha….

  • Do Drama Grego ao Dracma vai só a distância de um c...zeughaus... .

    As gentes do sul e o sol valem pelo norte todo…

    logo é só vender as gentes em saldo

    em áfrica deu um jeitão

    vender o sol já vendemos há anos e só tem dado uns trocos

    A europa do sul manda dizer que não quer ser a áfrica….

  • Augusto Küttner de Magalhães

    Claro que era indispensável Reformar, mas talvez o devessemos começar a fazer cá dentro???? Não???

    E o Relvas em grande, sempre!

    Lixa-se o pequeno, o elo mais fraco!!!!

    E depois o senhor da Madeira??

    Se dermos a volta a isto estariamos a reformar!!!!!!!!!!!!!!!

Leave a comment