Do Público: empresa de Dias Loureiro e Jorge Coelho “gere produto de fraude”. Bens apreendidos: “Da sucata a Paula Rego e Júlio Resende”.

One thought to “De certeza que não era um Arman?”

  • Luis Filipe Guerra

    Dirigimo-nos a V. Exa. para o(a) convidar a aderir à Marcha Mundial pela Paz e a Não-Violência (MM).

    Trata-se de uma iniciativa impulsionada pela organização internacional “Mundo sem Guerras” em conjunto com um grande número de organizações e pessoas dispostas a percorrer todo o planeta, pedindo o fim das guerras, das armas nucleares e da eliminação de todo o tipo de violência.

    Começando na Nova Zelândia, no dia 2 de Outubro de 2009, data em que se comemora o Nascimento de Gandhi e que foi declarada pelas Nações Unidas como o “Dia Internacional da Não-Violência”, a marcha percorrerá durante 90 dias os seis continentes, terminando na Cordilheira dos Andes (Argentina) no dia 2 de Janeiro de 2010. À sua passagem irá juntando todos aqueles que clamam pela paz, todos aqueles que sentem que é necessário despertar uma nova consciência social mundial a favor de uma cultura não-violenta.

    A decisão de realizar a Marcha Mundial foi tomada em Junho deste ano, após um ano de estudo prévio sobre a sua viabilidade. Entretanto, recebemos inumeráveis adesões e duplicou-se o número de países inicialmente previstos para o respectivo trajecto.

    Na MM podem chegar a confluir milhares ou milhões de pessoas de todos os campos e sectores sociais. Nesse sentido, é surpreendente a grande diversidade ideológica, racial, geracional, religiosa e cultural que está a convergir neste objectivo comum da Paz e da Não-Violência. Se esta tendência se confirmar, a MM pode vir a converter-se numa manifestação histórica.

    A adesão de V. Exa. não o(a) vincula a nenhuma acção, mas o facto do seu nome se associar a este projecto global pela Paz e a Não-Violência é um contributo significativo, que não exclui evidentemente uma colaboração mais activa com a Marcha, se assim o desejar. Até agora, há dezenas de iniciativas propostas: concertos, conferências, encontros, exposições, documentários, etc.

    Até ao presente, já aderiram à MM personalidades como José Saramago, Desmond Tutu, Ian Gibson, Alexandre Jodorowsky, Federico Mayor Zaragoza, Zubin Mehta, Noam Chomsky e outros. Pode ver estas e outras adesões no site oficial da Marcha: http://www.marchamundial.org, bem como outra informação no blog: marchamundialpelapaz.blogspot.com.

    Estamos a trabalhar neste momento para conseguir um grande número de adesões de pessoas que têm uma significativa influência social, como é o caso de V. Exa., pelo que esperamos que aceite este convite.

    Agradecendo a sua atenção e disponibilidade, aproveitamos esta oportunidade para lhe fazer chegar as nossas saudações mais cordiais.

    Luís Filipe Guerra
    Comissão Promotora Portuguesa
    Relações Institucionais
    marchamundial.pt@gmail.com

    PS: Na impossibilidade de encontrar um endereco de e-mail no seu blog enviamos-lhe este convite como se fosse um comentario a um texto seu.

Leave a comment