Parece que Pacheco Pereira levanta a hipótese de votar em Santarém para não ter de pôr a cruzinha no candidato do seu partido, Pedro Santana Lopes, à Câmara de Lisboa. Mas Santarém porquê? Se Pacheco Pereira não declarar uma morada falsa — o que é ilegal — e for residente na Vila da Marmeleira que eu conheço — a uma aldeia de permeio da minha Arrifana — terá de votar nas eleições para a Câmara de Rio Maior.

9 thoughts to “Como se diz no Ribatejo: nem sabes de que terra és

  • Tiago Gonçalves

    Na quadratura do círculo ele falou no distrito de Santarém e não em Santarém, cidade.

  • Leonel Vicente

    Pacheco Pereira referiu que o seu local de residência ficava no distrito de Santarém (e não no concelho de Santarém…).

  • João Ferreira Dias

    E a levar tal em conta não me admira que vote pelas minhas bandas, Benavente.

  • Megashira

    Entre o Moita Flores e o Santana venha o diabo e escolha!

  • Lord

    Estaria o senhor querendo dizer que o Moita Flores é que era o candidato dele para a camara de Lisboa?

  • hmbf

    Se votar em Rio Maior terá um problema sério. Há muito que o PSD não apresenta um candidato minimamente credível na terra das mocas. Só para ficarem com uma ideia da pobreza, o último candidato do PSD à Câmara Municipal de Rio Maior foi o ex-árbitro de futebol António Rola. Estão a ver o Pacheco Pereira a votar num ex-árbitro de futebol?

  • miguel barroso

    Será que vai votar em Bruxelas?

    Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

  • ze

    Como ribatejana do distrito de Lisboa (e esta, hem?), aguardo curiosa os novos ventos em Rio Maior, quiçá no distrito todo santareno. Exílio, cada qual como cada mal.

  • Arsénico & Cianeto

    Mas porque é que “ele” não se dedica só à escrita?
    Aqui fica uma sugestão para mais um livro: “Uma Família Feliz: Kim Jong Ill e Kim Ill Sung” – a passagem (só de ida para a Coreia) fica por nossa conta, ó Pacheco!

Leave a comment