Ainda falta muito?

O que se passa com esta crise, desde o seu início, é que toda ela é a manifestação das dores de parto de uma outra Europa. E, como talvez dissesse Gramsci, a velha Europa sufoca a nova de uma maneira que talvez não a deixe nascer.

Vai dizer-se hoje que o panorama político da Europa mudou. Mas que quer isso dizer?

Que significa, em França, a vitória de François Hollande? De início, e não é nada pouco, significa uma derrota de Sarkozy, e portanto uma machadada na figura política e quase-mítica a que se chamou Merkozy — o misto da chanceler alemã Merkel com o presidente francês Sarkozy. Mas seria ingénuo pensar que, por si só, isto pudesse mudar a política europeia. A própria realidade económica alemã, que tem beneficiado escandalosamente com as dificuldades dos outros países europeus, contribuiu para criar uma mentalidade teimosa, arrogante e soberba que não é exclusiva de Merkel: qualquer ideia alemã, por estúpida que seja, tem hoje direito ao “amén” europeu, mesmo que ninguém acredite no que diz; qualquer ideia não-alemã, por genial que seja, não passará pela barreira da incredulidade germânica. Não é possível governar a Europa desta maneira, mas não é possível ainda governá-la de outro modo.

As eleições gregas são o exemplo maior deste dilema. À primeira vista, o quadro político parecerá revolucionado. Logo depois, ver-se-á que ainda não é possível fazer nada com ele. Os jornalistas estrangeiros, atreitos a simplificações, falarão da subida dos extremos. Pouca gente reparará que a Esquerda Radical, grande vencedora das eleições, é um Bloco de Esquerda — mas que quer entrar no governo. E pouca gente reparará na existência de um pequeno partido, a Esquerda Democrática, que é anti-troica mas pró-Europa. Está na natureza destas crises que o nosso ponto-cego tapa precisamente o nó que é preciso desatar.

Escreveu o comunista italiano Antonio Gramsci, quando estava na prisão onde viria a morrer, que “uma crise consiste precisamente no facto de que o que é velho já morreu e o que é novo não consegue nascer; nesse interregno, aparecem toda uma série de sintomas mórbidos”.

O que se passa com esta crise, desde o seu início, é que toda ela é a manifestação das dores de parto de uma outra Europa. E, como talvez dissesse Gramsci, a velha Europa sufoca a nova de uma maneira que talvez não a deixe nascer.

A crise, na sua manifestação europeia, começou há dois anos. E, na melhor das hipóteses, precisaríamos de mais dois ou três anos para a levar de vencida — e depois disso, dez anos para recuperar e reconstruir.

Em primeiro lugar, precisamos de uma coisa que hoje mal se entrevê: a existência de um euro-progressismo que recuse o consenso absurdo da austeridade mas que saiba construir um discurso político novo, unificando elementos sociais, ecológicos e libertários, num quadro de verdadeira democracia europeia. Precisamos de pôr essas ideias cá fora e de preconizar uma reforma da política europeia feita pelos cidadãos.

Ganhar eleições na França, na Grécia, ou até na Alemanha em 2013, poderá ajudar a enterrar o que é velho, certamente. Mas não fará nascer o que é novo: para isso precisaremos de um governo europeu eleito democraticamente que possa pilotar uma longa mas sustentável recuperação económica.

Ainda falta muito, e temos pouco tempo — mas precisávamos deste primeiro passo.

34 Respostas a “Ainda falta muito?”


  • Gramsci não morreu na prisão, senhor historiador. Check wikipedia

  • Na holly Land de Hollande

    não saiu em liberdade condicional para morrer…

    demorou foi quase três anos a morrer

    o typo da tabela periódica gostava muito de citar o alexandró…
    secundo levi primo era um nome que ninguém esqueceria…

    o pessoal ideológico tem sempre estas ideias de perenidade

    narcisistas né…
    desde o reich de 1000 anos ao gramchichi eterno…

    o que se passa com a europa é que todos os impérios civilizacionais

    têm a mania que são eternos

    e nem ternos são

    é a maldição do colapso

    apocalipse já…que now fica mais longe

  • Na holly Land de Hollande

    temos pouco tempo?

    temos quem?

    há quem tenha todo o tempo do mundo

    os alemães acreditam que têm

    os americanos idem

    até os chineses com tempestades de areia em Pekim não acreditam na Dust Bowl Black Sunday is now

    temos?

    só se forem boçês

    já esgotou 7 mil milhões numa terra DEVASTADA…ETc

    agora acreditar no colapso civilazicional?

    jámé…ê cá nà sou hindu..

  • Na holly Land de Hollande

    resumindo o fanatismo não cega

    quem vive no vulcão nunca o teme

    ele nunca explodirá

  • Na holly LaLand de Hollande

    a realidade económica alemã só tem beneficiado em termos de juros
    em termos industriais a situação da eurropa é péssima
    basta ver os balanços das contas eurropeias de alguns gigantes alemães (Banka incluida) o mercado grego (de capitais inclusive) tinha mais peso para a Alemanha (do que Portugal e a Irlanda juntas)

    logo o colapso grego custou muito à alemanha
    a saída da grécia custará outro tanto
    mas a grécia beneficiará apenas no turismo…
    há sempre gente que gosta de ver sangue
    basta ver as corridas de san fermin…

  • A UE está dominada pelas oligarquias financeiras, a quem os estados intervencionados e em dificuldades financeiras deviam e devem brutais montantes de dinheiro. Os maiores credores destas dívidas, públicas e privadas, são a banca alemã e francesa. As intervenções da Troika mais não fazem do que garantir o pagamento dessas dívidas, o retorno do dinheiro emprestado. É esta a sua primeira e única missão. Impor austeridade e a venda do património público com o único propósito de garantir dinheiro para o pagamento das dívidas dos estados.

    Será bom que os portugueses deixem de ser parvos e deixem de ter a ideia romântica de uma União europeia solidária que os nossos políticos idiotas nos fizeram acreditar. Quando a UE empresta dinheiro aos estados a 4% de juros e aos bancos a 1%, não será isto a demonstração evidente dos interesses que defende e a quem está subordinada?

  • Pois a Troika é o Mal absoluto
    A falange da banka
    O Sinaspismo da falange de ogres capitalistas

    quando o BCE empresta a 1% aos bancos, garante que os bancos possam continuar a apoiar as hipotecas a juros fixos na euribor que andam a 3% e menos, podendo assim pagar os empréstimos que contraiu (para dar esses créditos) com pouco esforço

    mantem-se assim uma banca semi-saudável aumentando a con fiança no systema

    o dracma apesar dos problemas adjacentes pode ser uma vantagem para os gregos que vivem fora de Athenas (agora para os milhões de atenienses que vivem de energia importada , os camiões de comidinha de 20 toneladas ou passam a funcionar a carvão ou a inflação dispara

    ódesculpa mas isto de oligarquias sinistras e outras sinistralidades
    é simplex à sokras

    o systema tá quase kapput e o medo manda…
    geralmente nestes casos o pessoal amputa

  • esta mythologia dos 1% de juros para comprar obrigações é dos slogans mais simplex que nem sócras se lembrava deste

    os bancos são pessoas não são números

    Assinado Banco nº2

  • de resto só um idiota (de idiotes Homo privadus) acha que bocados de papel com 500 eurros escritos valem alguma coisa sem o systema que os suporta.
    é como a grã-finagem que quer vender aquele anel que custou 1000 eurros mas só pesa 2gramas e meia
    só 60 eurros? mas é ouro e platina….pois e custou 1000 eurros
    mas pra derreter vale menos

    é como o eurro tá a quanto 1,28? 1,30 ainda?
    o empobrecimento de uma sociedade é sempre geral

    alguns empobrecem menos do que outros

    Assinado: Juro que nã sou o Joe Berardo

  • Fanatismos e odios de estimaçao, nada resolverão!

  • Gostei muito inté comprei o jornal, amanhã dão-me o retorno em cartão

    ninguém defende o dumping dos jornais?

    Isso de uma eurropa nova a nascer de uma velha de 50 mil anos deve ser gralha
    ou é um puto africano que foi adoptado pela velha que engravidou uma chinesa e agora vão ter uma filha eurropeia toda nova?

    atão e o perdão da dívida?

    somos gregos ou nã somos?

    é sempre assis só somos gregos prás merdas…

  • Isté que vai uma crise

    enviem balas e gasolina para o Haiti

    para se poderem suicidar como os Tunisinos e os gregos

    e terem tamém uma Primavera global que desde o terramoto o pessoal que estava preso (presos políticos) formaram partidos e tomaram o poder para bem da população

    mas estão a dar o phoder à população de tenda em tenda
    e a população não quer o phoder
    iste há gente mais….reaccionários…

  • Temos que conseguir arranjar verdadeiras soluções , ultrapasssando o permanente levantar problemas!!!!!

  • Solução nº1 reerguer o império britânico e o russo

    E o império francês se houver tempo………

    Que o Mali está em revolta e a legião inda nã os meteu na ordem

    Nos anos 80 ia um batalhão imperial para o Chade e derrotava os imperialistas líbios ou o Jean-bedel-bokassa deixava de ter valor político e deixava de ter império centro africano

    A primavera árabe chegou ao líbano morte aos alauitas…
    podíamos fazer uma primavera dessas cá…importávamos uns alauitas ou mesmo uns cristãos ou uns drusos…ou o que estiver com desconto de 50%……..

  • Solução nº13 perdi as outras 11 a gerência lamenta

    Como nã há guerra entre o Irão e o Iraque
    e o tuaregue plural targui e o ansar dine andam em guerra uns com os outros e com o que resta dos sipaios franceses no mali

    podíamos vender-lhes as g3 e os morteiros e minas que nã conseguimos impingir ao irão e ao iraque…
    os submarinos é capaz de ser difícil

    porque o mali tem pouco guito
    e metê-los pelo rio acima com o pessoal da soflusa em greve…ia ser difícil

  • Solução nº13 perdi as outras 11 a gerência lamenta

    Permanente levantar problemas e muitos

    é a tinta são os solventes cancerígenos é a laca…

    mas o Toy já nã faz permanente e o Quim Barreiros só faz ao bigode

    a permanente apesar de tudo deu e dá de comer

    a milhões de formados e formadores no I.E.F.P…

    a permanente é mais uma solução
    do que um problema
    principalmente agora co vidal sassoon bateu as botas
    exportamos as cabeleireiras e cabeleireiros

    e pode ser que algum seja o próximo Vidal…

    Passos ladrão o teu lugar é na prisão

    Mas como nã o conseguiram pôr na dita cuja

    convidaram para um debate qué a coisa peor a seguir à prisão

    ou se calhar um debate de soluções destas inda é peor

    Acabamos com os bancos com o estado com os ricos e com os velhos e o poder fica com o povo…

    quem é que vai limpar a merda do povo e reparar as retretes?

    o povo não porque a gerência nã se dá a esses trabalhos menores

  • O único problema é que a troika é 2/3 eurropeia

    E pouca gente reparará na existência de um pequeno partido, a Esquerda Democrática, que é anti-troica mas pró-Europa.

    Pela lógica como é que se pode ser pró-eurropa e ser contra 2/3 das suas instituições?

    Nós assinamos um tratado mas pensávamos que era como o das galinhas
    foi em 1999 e em 2012 pensávamos que as galinhas dos ovos de eurro inda tavam vivas

    e nas próximas eleições talvez haja um partido pirata grego
    que dará as mãos ao partido pirata alemão
    e ao partido pirata somali
    e os piratas voltem ao mediterrâneo outra vez

    o mediterraneo inda irá ser nosso outra vez
    (apesar de termos ficAdo fora dele mas pormenores…)

  • Da História podem-se tirar boas Memórias, algo que tentamos não entender, não saber , não querer!

    Já reparou os erros historicos que vamos fazendo…..já reparou que se tivessemos feito menos tuneis na Madeira, menos auto-estrada, menos rotundas, menos Centros Culturais, menos Europarques, teríamos dinheiro para “coisas” mais uteis e que nos dariam mais proveito?

    Já reparou que o D.João V escangalhou o ouro vindo do Brasil, a fazer Mafra, o Aqueduto, festarolas.etc……………..e em 1902….e em 1985…e…e….e…..

    Todos querem ter cargos, ter poder, ter dinheiro……..ter, ter……………………………………

  • O Aqueduto que matou a sede a Lisboa?

    de facto um desperdício deixar os alfacinhas à míngua d’água ensinava-lhes algum respect pla h2o

    foi o ca isabel do carmo e seus bombokas fizeram ao aqueduto de castelo de bode …

    sem os túneis da madeira teríamos mais dinheiro para as mordomias dos ex-presidentes repubicanos ex-generais com motorista clubes de oficiais reformados em unidades extintas
    comissões de gestão de fundos de 1927 de reformados do ministério da inducação e outros
    comissões de planeamento da virtuosidade cultural e ambiental
    comissões de combate a incendiários do trotil

    comissão de gestão do gasoil púbico…
    podíamos ter tido um progresso civilizacional e cultural enorme
    sem essas obras (faltou o museu da baleia, a famosa marina e a junta de freguesia nova que vai custar só um terço da outra no S.joão continental 1/3 de 2 milhões pagam o quê?

    quase nada…o eanes tamém tem um polícia à porta há 30 anos?

  • Eanes tem policia à poorta???????’

  • citando bré tchi...ai piquême

    se soares tem há 20 anos e tal e se o cabeça de cenoura se queixava das senhoras que passavam junto à sua porta
    era justo que eanes além do motorista pra levar a senhora dona às compras uma vez que já nã há creados pretos tivesse um poliça ou um gnr à porta 24 sobre 24 como a série

    se gasta 300 mil por ano em mordomias ao menos que nã vá tudo para os telemóveis e gasoil…já agora comé queles custam um milhão e sã só 3?

    aos 3 nã fica mai barato?
    leve três e pague 2…

  • Pois, aqui tem razão! 3 *300.000,00 dá 900.000,00 e é dos n/ impostos……é grave!!!!!!!

  • Rotfrontkämpferbund macht frei....

    3 x 300 mil dá 900 mil?
    adonde?
    3x 300 mil dá milhão a milhão e meio pelo menos
    jÁ vi que deve ser um desses alemães que anda mais no púbico gamanço cultural do que no outro que apresenta facturas

    e é dos vossos impostos ainda por cima

    é fácil cante consigo nã pagamos nã pagamos

    é alemão dos ostreichianos e paga impostos?

    iste é daquelas cousas que me abysmam

    nem sequer é advogado?

  • Pago impostos, cá!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Sempre, sempre, sem escapar um tostão!!!Poucos, tenho poico chito….

    Não é alemão, é austriáco!!!!!!

    Advogado? é preciso ser doutor para se poder dar opinião???

    Ora essa?????

  • Peço desculpa,

    sou novo aqui e ainda não percebo muito bem como funcionam estes comentários. é preciso ser-se um completo idiota para comentar neste blogue?

    muito obrigado

  • Rotfrontkämpferbund macht frei....

    Não é mas pode perfeitamente comentar ó presbítero….de cartaya

    por enquanto que isto tem fases…

    os comentários funcionam por pressão digital em pedaços de plástico com símbolos

    precisa agradecer não…nós idiotes (em grego homos privados)
    que não andam em surubas púbicas

    temos de nos manter unidos…una-se a um idiotes perto de si…

    quem lê idiotices privadas chama-se político? ou Homo pubicus?

  • Em simplex muito muito basic..

    Claro que falta muito, os blogs são um microcosmo humano, tal como a política eurropeia ou nazionale, vivem todos de desconfianças, linguagens tipificadas (sou novo aqui mas velho acolá, eu democrata te confesso boche imundo, idiotes sunt Homo pubicus sois) enfim em guerrilhas permanentes, em inquisições e em alienações várias todos os imbecis necessitam do seu báculozinho para se manterem erectos no seu mundo particular.

    Logo se em 50 mil anos não o fizeram, talvez o façam na próxima renascença da pedra polida. Se faltam 200 ou 200.000 anos para as civilizações com berços coloniais e anti-bárbaras tante fax

  • Olha e agora passei a idiota, nestes tempos deve ser bom! não?

  • Em simplex muito muito basic..

    Se foi do civil service durante uns tempos pode con siderar-se
    Homo pubicus var pudicus

  • Em simplex muito muito basic..

    Bom como seguro ou mau como freeport é uma questão económica financeira o dualismo da opção do villon versus o herói e próprio de aficionados de revistas de quadradinhos

    acho que é um sinal da idade voltar a passa tempus in fan til ã

  • E o duarte, e o lima e o relvas…..e……………tantos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixar comentário