Arquivo diario para September 10th, 2011

Bandeiras de endividados a meia-haste? Carta a Durão Barroso

[english version below the fold]

 

[texto que escrevi para uma carta a enviar por eurodeputados ao Presidente da Comissão Europeia sobre a proposta de Guenther Oettinger. Nota: o primeiro deputado a querer subscrevê-la comigo foi um alemão, o meu camarada Jürgen Klute, de Die Linke.]

Exmo. Sr. Presidente da Comissão Europeia,

 

Escrevemos-lhe para manifestar o nosso desagrado pelas declarações recentes do seu Comissário para a Energia, o Sr. Guenther Oettinger, que numa entrevista ao jornal Bild propôs que as bandeiras dos países com dívida excessiva ficassem a meia-haste nos edifícios da União Europeia. Infelizmente, o Sr. Comissário Oettinger não desvalorizou essa ideia como a absurda hipótese que é, antes a subscreveu, chegando mesmo a dizer que “seria apenas um símbolo, mas de qualquer forma teria um grande efeito dissuasor”.

 

Sim, Sr. Presidente, a realização de tal proposta seria um símbolo, e bem potente, de uma União Europeia que tivesse perdido vista dos seus princípios, ideais e valores. Nenhum deles implica a humilhação simbólica de Nações europeias, independentemente dos pecados administrativos, orçamentais, ou outros, que os seus respectivos governos possam ter cometido.

 

Os idealizadores de uma Europa unida sempre sonharam que esta fosse uma União de países iguais entre si. Simplesmente imaginar que, neste momento da construção europeia, um comissário considerasse seriamente o tipo de ideias propostas avançadas pelo Sr. Oettinger indignaria um Schumann, um Monnet ou um Spinelli.

 

Os nossos concidadãos vêem com orgulho as bandeiras dos seus países hasteadas lado a lado com as dos seus parceiros da UE. Qualquer europeísta digno desse nome sente orgulho ao ver todas as bandeiras da União hasteadas lado a lado, iguais em dignidade, “unidas na diversidade”, nos bons e nos maus momentos. A proposta do Sr. Oettinger é a demonstração de que ele não conseguiu entender o Ideal da União, e que não tem condições para ser Comissário Europeu. O Sr. Oettinger deveria pois retractar-se, ou demitir-se.

 

Com os nossos melhores cumprimentos, os deputados ao Parlamento Europeu abaixo-assinados,

 

Continuar a ler ‘Bandeiras de endividados a meia-haste? Carta a Durão Barroso’