O fim não é o fim

Manuel António Pina escrevia bem e sabia muitas coisas e era bom amigo, todos o dizem, mas o que impressiona é que era sábio de uma maneira que às vezes parece que já não há muito no nosso tempo. Leio que um filósofo, adaptando o argumento de Copérnico sobre a posição da nossa espécie no […]

Ler mais