A Brexitânia vai nua

White House in Washington, 27 January 2017 | EPA/Olivier Douliery / POOL

A crónica de hoje, sobre os insultos de Trump a Sadiq Khan, e o revelador silêncio de Theresa May.

“É aí que entra o silêncio, carregado de significado, de Theresa May. Por muito que me esforce não consigo imaginar outra situação em que a chefe de governo de um país se escusasse a defender o autarca da sua capital quando, após um ataque terrorista, este estivesse a ser atacado pelo líder de um estado estrangeiro. Não só porque a ausência de resposta resulta num enfraquecimento da autoridade pública no momento em que a população mais precisa dela, não só porque essa ausência representa uma falta ao dever de defender os poderes públicos do seu país, mas principalmente pelo que tudo isto nos diz sobre as qualidades morais da própria primeira-ministra. O silêncio, numa situação destas, é cobardia.”

O resto aqui.

0 Respostas a “A Brexitânia vai nua”


  • No Comments

Deixar comentário