Tânia Madureira

Projecto
Investigação etnográfica “Saberes di Barro”: um estudo etnográfico da olaria das mulheres de Trás di Munti, Ilha de Santiago, Cabo Verde.

O projecto corresponde à possibilidade de desenvolver investigação na área dos estudos africanos e, por conseguinte, contribuir para um melhor entendimento das realidades sociais, culturais e económicas de um contexto africano particular como o de Cabo Verde. O trabalho pretende contribuir para o desenho de programas de promoção de cidadania e desenvolvimento sustentado.

Valor atribuído
1.000 euros

Local de desenvolvimento do projecto
Ilha de Santiago, Cabo Verde

Situação profissional ou académica
Bolseira de Investigação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, programa Diamang Digital

Instituições ligadas ao projecto
Universidade de Coimbra

Resultados
Estando ainda em fase de redacção das conclusões do projecto, o trabalho de Tânia Madureira sofreu uma necessária alteração de rumo, intitulando-se “Loiça pintada não é património: a revitalização da olaria em Trás di Munti e os seus entendimentos locais”.
Esta alteração resulta das observações feitas no trabalho de campo: “São agora os meus principais propósitos reflectir sobre os conceitos de património, cultura, arte e tradição a partir do projecto de revitalização da olaria implementado pela escultora Virgínia Fróis. Em concreto, a intenção é agora reflectir sobre as lógicas de legitimação e implementação do projecto e, por sua vez, sobre a forma como essas lógicas são entendidas localmente pelos habitantes, nomeadamente, pelas oleiras de Trás di Munti”, explica a investigadora.
Assim, o trabalho de campo permitiu-lhe perceber, por um lado, que a relação com os objectos pode efectivamente não ser identitária e ou simbólica e, por outro lado, que os conceitos de tradição, cultura e património são conceitos construídos, servindo determinadas lógicas de pensamento e acção que nem sempre são compatíveis com as lógicas locais onde actuam. “Tendo em conta a pesquisa de terreno, o meu propósito é concluir uma tese de mestrado onde espero conseguir desenvolver uma perspectiva crítica sobre os conceitos de património, cultura e tradição, colocando em debate as lógicas de legitimação de projectos que, tendo por base estes conceitos, visam o desenvolvimento de um determinado lugar.”

0 Respostas a “Tânia Madureira”


  • No Comments

Deixar comentário