Arquivo diario para July 21st, 2009

Questões prementes

Se queremos que a democracia funcione — e não vejo outra forma, apesar dos cínicos — o debate público pode ser hiperbólico, pode ser agressivo, pode (deve até) ser irritante. Pode ser tudo; só não pode é deixar de ter conteúdo.

Tenho há tempos pensada uma crónica sobre a política e o comentário político mas tem demasiados palavrões para poder ser impressa na última página do público.

Essa crónica partiria de um desabafo, tido ao telefone com um amigo, no qual tentei descrever a minha reacção à espiral regressiva a que está sujeito o debate político-mediático. A coisa funciona assim: espera-se que um político diga um disparate qualquer; depois vai perguntar-se a todos os outros políticos o que acharam, na esperança de que eles venham a dizer mais disparates sobre o disparate do outro. Provavelmente regressa-se ao primeiro político, ou ao partido dele, para que diga mais disparates, cada vez mais destemperados, sobre os disparates que os outros disseram sobre o primeiro disparate. Deixa-se passar umas horas e chega a vez dos comentadores, os quais é suposto que digam uns disparates sobre aquilo tudo, de preferência aos berros e falando todos ao mesmo tempo.

Continuar a ler ‘Questões prementes’